Obras da Lei ou a Fé em Cristo – Pedro Dong

Comunhão na Igreja em Itaúna- 28/08/2015

Através do livro de Gálatas podemos ver que o encargo de Paulo era que a Igreja nas regiões da Galácia mantê-se no centro da Economia Neotestamentária de Deus que é a Fé. Afinal, o que é a Fé? Por que ela é tão importante no viver normal da Igreja? Qual é a diferença da Economia no Velho Testamento para o novo?

Baseado em Gálatas 2:16 podemos ver que “o homem não é justificado pelas obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus“. Para entender melhor, devemos nos lembrar que nos tempos de Moisés, Deus por meio de revelação transmitiu toda a lei para que o povo cumprisse, e por todo o Antigo Testamento o homem, nunca foi capaz de cumprir todas as exigências da lei, por causa da queda no homem Adão.

Porém, devemos ressaltar que nesse versículo apresenta, “a fé”.

A fé de acordo com Hebreus é a certeza, é algo imutável, que nunca muda, que não há sombra de dúvida.

Em 1905, o genial físico alemão Albert Einstein afirmou que tempo e espaço são relativos e estão profundamente entrelaçados, e que o tempo, o espaço, são coisas relativas, ou seja, imperfeito, relevante, não é algo absoluto. Anos mais tarde ele afirmou que não existe nada absoluto no Universo, com exceção de algo: Velocidade da Luz. Grave bem isso.

Se você fizer uma viajem de um ano na velocidade da luz, ao voltar no seu ponto de saída da terra todos estariam envelhecidos 10 anos, pois o tempo da luz, é algo diferente do nosso tempo. Por essa razão os GPS’s sofrem constantes correções de tempo. Mas qual a relação da Luz com a Palavra de Deus?

Deus é LUZ (1Jo 1:5) e mais ainda, em Tiago 1:17 diz: Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.

Nosso Pai, não somente é luz, mas é PAI DAS LUZES! Oh, que gozo! Toque nisso. Nosso Deus é um Deus constante, sem sombra de mudança, não existe nada, que mude o nosso Deus. Em Isaias 57:16,17 revela que o Deus Eterno habita dentro do Espírito do abatido, e contrito! Oh, que glória!

Nisso é baseado nossa fé, em algo imutável.

O homem em sua natureza é inconstante, oscilante, uma hora está bem, outra hora é ingrato com tudo e todos.. E por esse motivo existem vários livros de auto-ajuda, técnicas intrapessoais, com o objetivo de nos tornar pessoas melhores. Sim, essas técnicas são muito importantes, e necessárias, e realmente existem casos que é necessidade a aplicação delas, porém, como filhos de Deus precisamos compreender que diante de todas as coisas a verdadeira solução é: voltar ao nosso Espírito, onde existe algo absoluto, que nunca muda! Precisamos aprender a ter Deus como nosso referência.

Sem referência não há viver normal na Igreja. O desvio de poucos milimetros de uma referência gera um pequeno ângulo onde no final acarreta uma grande separação. Somos responsáveis por manter a unidade da Igreja.

Paulo veio da parte desse Deus! Não veio de um presidente, capitão ou um milionário, mas do próprio Deus imutável e real! E por ter tal ministério advertiu aos gálatas a ter obras pela fé! A fé é o EU SOU, o mesmo que apareceu a Moisés na sarça, no fogo.

As obras da lei é quando somos designados a algum serviço e dizemos “EU sei, eu Posso”

MAS a Fé em Cristo é baseado no “Eu Sou”.

Se queremos entender essa diferença basta lembrar-nos da mulher samaritana, tinha água no poço que ela foi buscar? Sim! Ela mataria sua sede? Sim. Seria o suficiente? Não! O poço tem água mas é pouco comparado a uma fonte.

O Senhor Jesus É  a fonte da água da vida! Que jorra sem medida! E assim como supriu aquela mulher, através de sua fé, hoje, com cada um de seus filhos Ele deseja SER, o EU SOU!

Tudo NEle, superabunda, não é só suficiente mas é totalmente eficaz!

Podemos então testificar, se o nosso serviço é baseado no “EU SOU” nada irá nos faltar, mas precisamos ser filhos que tenham obras da Fé. Naquele que tudo pode, Naquele que tudo enche, todas as coisas.

Essa é a grande diferença.

Nesse momento, volte seu Espírito à Deus e o torne Sua referência, como Fonte, como Deus!

Deus os abençõe!

JAV – UMA NOVA OPORTUNIDADE

jesus-e-vida-abundante-wallpaper

A cada dia temos oportunidades renovadas para nossa vida, sustentadas pela misericórdia e amor divinos. Não há, na presença de Deus, escassez de misericórdia, de bênçãos ou de amor. Nele temos abundância de perdão, de vida, de cuidado, esperança, perseverança e atenção. O Deus que abriu uma porta para nós não menospreza os humildes começos, mas aguarda com paciência o momento de nos fazer o bem.

Querido leitor, derrame seu sentimento diante de Deus em oração, enchendo seu coração do próprio Cristo, invocando Seu nome e solicitando a intervenção do Senhor, que pode mudar seu dia, trazendo à existência o invisível. “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes” (Jeremias 33:3).

Aproveite as oportunidades que cada dia lhe oferece para viver Deus em toda a Sua abundância, invocando o nome de Jesus Cristo, deixando-O preencher seu interior. “Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá” (João 6:57).

Clique Aqui e faça sua assinatura do Jornal Árvore da Vida